11 de mai de 2014

A MATERNIDADE E A ARTE – CAMINHOS QUE SE ENTRELAÇAM.

Mother and Son - Robert Duncan.


                       “Não nascemos, mas nos tornamos mães...”
 
Motherhood - Artist Unknown.
 
 

A arte evidencia a maternidade desde os tempos Pré-históricos, as representações maternas  caminham pela Idade Antiga, adentram a Idade Média passando pela Idade Moderna até chegar a Arte Contemporânea.

 
Venus of Dolni Vestonice  - 29000 a 25000 B.C
 
 
Egito - 18ª Dinastia  - 1336 a 1295 - Mãe e filho.
 
 
 
A rare Archaic greek mother and child statuette.
6th- 5th century B.C
 
 
3 mothers Sacred Triplicities.
 
 

Imagem acima: O conceito de tríplice maternidade tem influência nas crenças antigas de celtas, teutônicas e romanas, pois as três mães representam saúde, fertilidade e proteção. Suas representações, como a estatueta que podemos observar acima eram adoradas em ambientes domésticos, todavia eram levadas pelos soldados aos campos de batalha como totens de proteção.
 
Mutter und Kind - Paul Peel.
 
 
 Woman and Child in a wooded Lanscape -
Theodore Robinson.
 
 
Mére aux deux enfants - Jean Pierre Augier.
 
 
Czech Republic - Olga Boznańska - Motherhood - 1902.
 
 
Maternal - Armando Barrios.
 
 
Mutter und Kind - Erhahrt Curt - 1920.
 
 
 
Margaret Mckintosh - Motherhood.
 

Inúmeros são os artistas que retratam ao longo da História da Arte a nossa trajetória, nossas lutas e conquistas diárias, nossas tristezas e alegrias, os choros e o som das risadas de nossos filhos. Nosso pesar e comoção se entrelaçam aos momentos felizes. Momentos de total ternura e de amor incondicional na entrega absoluta de nossas almas àqueles seres que amamos mais do que a nós mesmas, porque cada filho que nasce, faz nascer uma mãe. Independente da cor de nossa pele, do formato de nossos olhos, da textura de nossos cabelos, ser mãe nos isenta das diferenças nos igualando, reunindo-nos a todas em uma só palavra, mãe.
 
Vicente Manansala - Madonna and Child.
 
 
In the Meadow - Johanna Harmon.
 
 
Mother and Child by Nguyen Thanh Binh.
 
 
Alfredo Volpi - Vida.
 
 
Copt Mother and Child - Frederick Goodall – 1875 - Watercolour.
 

 
Jozef Israels Mother And Children By The Shore.
 
 
Marta Gottfried - Destiny.
 
 
Mother and Daughter  - Artist  Vimmie Manoj
 
 
Busy Mom - Chidi Okoye.
 
 

Mother and Child - Maxine Noel.
 
 
Edna Hibel  - Love.
 
 
Will Barnet - Mother and Child - 1993.
 
 

No decorrer das manifestações artísticas, os artistas têm usado o tema da maternidade para fins religiosos e culturais, sempre expressando os laços de amor e afeto indestrutíveis que existem entre mães e filhos. De deusas de toda humanidade passamos a ser divas, guerreiras, trabalhadoras, santas, proscritas, sábias, ignorantes. Somos simples e grandiosas, deploráveis e geniais. Quando sofremos por nossos filhos a dor nos desnuda, nos revira a alma e quando nos alegramos por eles nossa felicidade desconhece pudor e fronteiras.
 
 Mutter und Kind.
Friedrich August von Kaufbach.
 
Pompeu Batoni - Madonna and Child.
 
Jessie Willcox Smith - ilustration of The princess and the Goblin 1920.
 
 
The Sick Child - Edvaerd Munch - 1885 - 86.
 
                                  The Embrace - Judy Drew - 1951.


                            Slovakian Statue - Mother of na unborn Child - Martin Hudáčeka
 
 
 
                               The Mothers of 1919 - Käthe Kollwitz.
 
 
                         Amelia Bauerle - Mother holding Child in Arms.
 

Fomos delineadas por grandes artistas como Caravaggio, Da Vinci, Botticelli, e imortalizadas pelo olhar artístico de Renoir, Cézanne, Monet, Van Gogh, Gauguin, Camille Pissaro, esculpidas por ninguém menos que Michelangelo, Donatello, Bartolini, Rodin e Henry Moore, reveladas por Picasso, Macke, Chagall, Klimt, Paul Klee e Modigliani.
 
                                 Caravaggio (detail) - The Adoration - 1609.
 
                      Botticelli (detail) - Allegoria dela Primavera - 1478.
 
Leonardo da Vinci - Virgin of the Rocks - (1483 - 86).
 
Pierre Auguste Renoir - Mère est Enfant. 
 
 
                         Hortense Breast feeding - Paul Cezanne - 1872.


Claude Monet - Camille Monet with Child - 1875.


Vincent Van Gogh - Mother.
 
 
Tahitian Mother - Paul Gauguin.1901
 
 
        Peasant Woman and her child - Camille Pissaro - 1882 - Pontoise.


Pietá - Michelangelo - 1499.
 
                      Donatello - Terracota relief - Madonna and Child - 1500.


Lorenzo Bartolini - 1824 - La Caritá Educatrice.
 
                         Auguste Rodin - The Young Mother - 1885.


Henry Moore - 1943 - Madonna and Child.
 
                                 Picasso - The Mother leading two Children.1901.


August Macke - Mutter und Kind - 1911
 
 
Maternité  - Marc Chagall
                                                1954.
 
 
Gustav Klimt - Mother and Child.
Detail from Three ages of Woman - 1905.
 
Amedeo Modigliani - Gipsy Woman with
          Baby - 1919.
 
Mutter undd Kind - 1938 - Paul Klee
 
 
 
Maternidade que simboliza a vida, entre o desejo de criar e o receio de se tornar onipotente, a aventura complexa de sermos nós em outro ser, de estarmos imortalizadas nestas almas que sendo nossas não nos pertencem, pois somos apenas portos a ver os navios zarparem fazendo de conta que somos fortes enquanto assistimos inertes o mundo deles deixando de ser nosso, emprestando ao nosso olhar as gotas de chuva que um dia choraremos por nossos filhos temendo o vazio que suas partidas deixarão em nós. Legamos apenas a constância dos mares, a erudição dos livros, bússolas sem mapas, versos que lhes façam justiça e amor incondicional. Vão com eles nossas preces, nossos pensamentos e valores, pois um dia quando saciados a fome por caminhos a estrada da vida há de trazê-los de volta ao aconchego de nossos corações, de onde verdadeiramente nunca partiram.
 
Jean Pierre Augier - First Steps.
 
Mother and Child - Woodcut - Shuzo Ikeda.
1959.
 
 
Woman with Baby at her Lap - Vincent Van Gogh - 1883.
 
 
Mother and Child - pablo Picasso - 1902.
 
 
 
                 Mother and Child in a Sunlit Garden - Émile Claus - 1875.



John Henry Lorimer - Hush - 1905 - 1906.


A todas as mães que carregam na alma as alegrias e as cicatrizes da maternidade desejo hoje: um Feliz Dia das Mães. Ainda gostaria de dedicar este post a todos os artistas e em especial a minha mãe, que de alguma forma através de seus trabalhos perpetuam o ato de dar a luz, incentivando, vivenciando e silenciosamente imaginando o mundo, revelando-lhe a beleza etérea dos mágicos momentos enquanto comunidade de criadores.

 
Jessie Willcox Smith - Wondering.
                       1909.
 
 
Pablo Picasso - Maternity - 1905.
 
 
The Summer Cottage by Trent Gudmunsen - 1998.
Oil on linen.
 
 
 
 

 

 
 
 
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogger Wordpress Gadgets