17 de out de 2012

A ARTE DA DESTRUIÇÃO

 

  "O que me preocupa não é o barulho dos maus, mas sim o silêncio dos bons".
    (Albert Einstein)
O que se esconde em cada um de nós?  Porque, em certas ocasiões nosso passado está tão distante das atitudes que temos em nosso presente? Às vezes, percorremos caminhos que em pouco se assemelham com o percurso que o futuro nos reserva. Em 1909, um pequeno jovem que buscava um sonho
mudou-se para Viena, capital Austríaca, cidade que abrigava a conceituada Academia de Artes. Seu nome a esta altura desconhecido, seria lembrado como um dos mais marcantes do séc. XX.
Pergunto-me: Como dentro de um ser humano hediondo capaz de requintes de perversidade inenarrável, capaz de ordenar um genocídio sem esboçar o menor remorso, poderia vir a surgir em algum momento de sua vida uma sensibilidade artística resultando nas aquarelas e quadros que veremos a seguir?
 
 
Para tal, será necessário colocarmos de lado, apenas por um momento, a aversão natural que o nome deste personagem nos causa. Gostaria de deixar bem claro também aos meus leitores, que de forma alguma este POST significa uma apologia ao Nazismo, a Hitler ou ao Holocausto cometido sob suas ordens. Serão imediatamente removidos quaisquer comentários enaltecendo os mesmos. Estou sendo movida apenas e unicamente pela curiosidade natural, por um questionamento de como a arte, atividade humana ligada a manifestações de ordem estética, comunicativa, realizada a partir da percepção, das emoções e das idéias, da qual eu admiro todas as suas formas e nuances, pode ter vindo a fazer parte da vida de Adolf Hitler.
 
                                 
                                                   Adolf Hitler quando pequeno.


Talvez a sua não aceitação pela Academia de Artes em Viena, que o levou ao amadorismo, e a rotina desgostosa de venda de quadros a turistas paulatinamente fizeram desaparecer o Hitler artista, dando lugar ao Hitler "Senhor da Guerra".
Ficará para sempre no ar a pergunta: e se ele tivesse sido admitido na Academia? Será que a história do século XX teria sido diferente? Creio que nunca obteremos essas respostas, mas pelo menos como apreciadores da arte, vislumbremos algumas de suas aquarelas e telas.
 












 
                                                            Hitler's self portrait
                                    

 
Hitler's self portait (detail)
 

 
                                                             Maritime Nocturno

"A escuridão não pode expulsar a escuridão, apenas a luz pode fazer isso. O ódio não pode expulsar o ódio, só o amor pode fazer isso". (Martin Luther King)
Fica aqui também o meu profundo respeito e pesar por todas as vidas ceifadas  no Holocausto. Shalom! Peace! Paix! Pace! Salaam! Frieden! Vrede! Paz
 
 


4 comentários:

  1. A esses questionamentos talvez jamais cheguemos a uma resposta precisa, ademais não podemos mudar o passado, mas podemos aprender com a história para não chegar a cometer os mesmos erros novamente.

    A esta figura nociva que foi Adolf Hitler podem ser atribuídos feitos devastadores, a Grande Guerra e seu apocalíptico Holocausto, entretanto cabia lhe também uma pontinha de sensibilidade, retratada nestas aquarelas magníficas que acabamos de prestigiar.

    A meu ver, talvez sejam estas dualidades que tornem os seres humanos tão intrigantes...

    Um grande abraço daquela que te ama e admira profundamente,
    Aminah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delia Corecco Steineroutubro 20, 2012

      Apenas algumas palavras: Te amo! Obrigada por existir!

      Excluir
  2. Eu estou perplexa! Os quadros são lindos! Como uma pessoa como ele , um carrasco, pode se expressar desta maneira? Será que se ele fosse aceita na academia de artes em Viena, o seu caminho sería diferente? Nunca vamos saber. Acho que na personalidade dele o lado escuro prevaleceu ! Pena!

    Parabéns para este post! Vc. sempre foi corajosa e eu te admiro por isso!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delia Corecco Steineroutubro 24, 2012

      Dificil saber o que se passa na alma de um ser humano, de onde fluem e bem e o mal,lados de uma mesma moeda...
      Triste saber que entre a luz e a escuridão,existem graduações diversas por onde caminham os seres humanos, alguns preferem escolher as sombras, acho que foi o que ele fez!
      Um grande beijo em seu coração.

      Excluir

Blogger Wordpress Gadgets