25 de set de 2012

GATOS & HISTÓRIA DA ARTE


                                       Cat's at Moonlight - Delia Corecco Steiner


Amo os gatos. Estes seres sensíveis enxergam nossa alma, envoltos em uma nuvem de mistérios parecem perceber outras realidades e dimensões. Solitários, porém nunca sozinhos, bastam-se a si mesmos sem, porém perder o charme, sem deixar de nos dar atenção e amor, tudo isto bem dosado por eles mesmos, é claro!
A partir de agora, de post em post, iremos caminhar um pouco junto com estes felinos, pela História da Arte, encontrando e reencontrando-os retratados em quadros, desenhos, esculturas e objetos de decoração. Convido-os a deixarem os gatos lhes surpreenderem.
                                                      
                                                       Bastet - Divindade Egípcia

No antigo Egito eram associados a divindades como a deusa Bastet - deusa egípcia da felicidade, fertilidade, do sol e da lua - assim passaram a ser considerados sagrados. Se tornaram os guardiões da noite, dos mortos e dos mistérios da vida. Matar um gato, mesmo acidentalmente, era crime grave.



Para os romanos, o gato era o maior símbolo de liberdade. Na Roma antiga, qualquer representação da Deusa Libertas, Deusa da liberdade normalmente apresentava um felino repousado a seus pés.
 
Roman Mosaic - Cat
 
 
Roman mosaic - Cats
 

Na Grécia, os gatos era associados à deusa Afrodite, deusa do amor e da beleza.
 
Aphrodite
 
 
 
Greek Sculpture, Cat and Dog
 

Na Babilônia, criou-se a lenda de que os gatos haviam surgido do espirro de um leão, que era símbolo de realeza.


 
                           Babylon Lion - 6th Century BC
 

Para os Celtas, o gato é o guardião de outros mundos, criando um elo entre eles.
 
                                                        Celtic Cat
Os povos nórdicos, não só os vikings, mas em geral todos os povos germânicos, cultuavam a deusa Freyja (mais tarde deu o nome à  Friday, Freitag, Fredag..., o dia de Freyja) simbolizada por uma mulher loira a conduzir uma carruagem puxada por dois gatos – Bygul (ouro de abelha – mel) e Trjegul (ouro de árvore – âmbar).  Deusa do amor, da beleza, da sexualidade, da fertilidade e do bem-estar, e também do nascimento e da morte. Era quem conduzia os heróis mortos em batalha, dando metade das almas a Odin, rei dos deuses, ficando com a outra metade no seu domínio, onde eram aquecidos e bem tratados, e onde mais tarde se juntariam às suas amantes ou esposas. Os gatos eram os animais preferidos da deusa, simbolizando carinho, sensualidade e fertilidade.
 
Freya Goddess with Bygul and Trjegul
 
 
Freya Statue with Cat
Na China, estátuas de gatos eram usadas para espantar os maus espíritos.
                                           Gato da Sorte Chinês

No Japão, os gatos eram figuras presentes em todos os momentos e é fácil encontrarmos exemplos de estátuas conhecidas como Maneki Neko, gato da Sorte e da Fortuna, e pinturas representando os gatos. O gato quando morria, era enterrado no templo de seu dono para garantir a ele boa sorte e tranqüilidade.
 
Maneki Neko Japonês
 
 
A Deusa Hindu que preside aos nascimentos, Shosti, é representada montada num gato.
 
                                        Shosti Goddess with Cat
Na tradição muçulmana o gato é dotado de "Baraka", a "Chama Sagrada do Espírito". Os gatos são bastante representados na arte Islâmica.
 
                         Bronze Incense burner from Seljuk Period,
                         representing a cat dating 1181 (Eastern Iran)
 
Calligraphy Cat -  Islam
O gato e o Judaísmo: uma antiga lenda hebraica conta que o gato teria sido criado em plena Arca, quando Noé, em desespero porque os ratos estavam se multiplicando e devorando todas as provisões, implorou a Deus que lhe enviasse uma solução. O gato então teria sido criado de um sopro do leão. A figura do gato é ainda irrevogavelmente ligado ao misticismo e a simbologia da Cabala , sabedoria oculta e esotérica. O Talmud revela que credita ao gato a clarividência.
 
                          Henriette Ronner - Knip  / Black Cat
 
 
                                    Noah's Ark - Edward Hicks
Asia: Em todo o sul da Ásia, ao longo dos séculos os gatos têm desempenhado um papel importante na herança religiosa budista e cultural. Para os budistas, todos os gatos são considerados portadores de boa Sorte. Uma lenda tailandesa afirma que Mara, príncipe dos demônios, enviou uma praga de ratos para devorar as escrituras sagradas budistas. Naquele momento, Buda criou o primeiro gato do mundo e chamou Phaka Waum.  Ele afugentou os ratos e salvou as escrituras, e desde esse dia os seguidores de Buda  consideram um pecado prejudicar um gato.
 
 
Cat sleeping near Buda Statue
 
 Muito antes dos ensinamentos de Buda iluminarem os povos da Ásia, um templo foi construído no alto das encostas do Monte Lugh pela tribo Khmer que viveu na Birmânia Ocidental. O templo foi chamado Lao-Tsun e foi aqui, que os sacerdotes Kittah adoravam o ouro, a deusa de olhos azuis Tsun-Kyan-Kse, a cujos cuidados a transmigração das almas foi confiada. O templo era guardado por cem gatos brancos com olhos amarelos. Para seus corpos sagrados, segundo a lenda, passavam  as almas dos sacerdotes mortos, para serem transportados para o paraíso misterioso de Song-iio, assim que os gatos morriam. Acreditava-se que, se alguém fizesse mal a estas criaturas sagradas, sua alma vagaria em tormento por toda a eternidade.
 
 
                                           Khmer Temple
 
                                          Burma Sacred Cats
A todos vocês desejo uma ótima semana, obrigado por estarem aqui conosco!

 

 


 

5 comentários:

  1. Parabéns por mais um post maravilhoso !!!

    ResponderExcluir
  2. Delia Corecco Steinersetembro 27, 2012

    Muito obrigada, sempre! Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei impressionada com tanta história a respeito desses felinos maravilhosos, mais uma vez você se superou! Parabéns!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delia Corecco Steineroutubro 13, 2012

      Gatos são simplismente divinos! Obrigada!

      Excluir
  4. Só agora consegui ler este post sobre os gatos! Fico maravilhada com tantas histórias! Amo gatos! Parabéns sempre!
    Bjs

    ResponderExcluir

Blogger Wordpress Gadgets