25 de fev de 2014

52.000 VISUALIZAÇÕES.

 
 
"A arte é a assinatura das civilizações". - Beverly Sills
"Art is the signature of civilizations."  - Beverly Sills
"Kunst ist die Unterschrift der Zivilisationen." - Beverly Sills
"El arte es la firma de las civilizaciones." - Beverly Sills
"L'arte è la firma di civiltà". - Beverly Sills
 "L'art est la signature des civilisations". - Beverly Sills
 
Nosso muito obrigado a Bruno C. Calado pela contribuição com sua belíssima arte gráfica.

17 de fev de 2014

51.000 VISUALIZAÇÕES.

 
 

“A arte é um resumo da natureza feito pela imaginação.” - Rachel De Queiroz

“Art is a summary of the nature done by the imagination.”  -Rachel De Queiroz

L'arte è la sintesi di una natura fatta dall'immaginazione.” - Rachel de Queiroz

"Kunst ist eine Zusammenfassung der Natur durch die Vorstellungskraft gemacht."-Rachel De Queiroz

L'art est un résumé de la nature fait par l'imagination."-Rachel De Queiroz

"El arte es un resumen de la naturaleza hecho por la imaginación."-Rachel de Queiroz

Nosso muito obrigado a Bruno C.Calado pela arte gráfica .

A ARTE DE DANÇAR NO GELO E PICASSO.

 
 
 
A patinação artística é teatral. É artística. É elegante.É a beleza posta em movimento.
Desliza sobre o gelo em total liberdade, como se estivesse alçando vôo, como se não houvesse limites para a velocidade a alcançar, como se transportasse os patinadores através de um sonho, onde cada gesto é uma expressão humana, de vida e de arte.
 
 
Os patinadores espanhóis, Sara Hurtado & Adria Diaz nos apresentam seu programa “ Surviving Picasso ” nos envolvendo na expressão  mais profunda da arte, que se desvenda em uma dança entre o artista e sua obra, entre criador e criatura e  habilidosamente nos conduz ao ápice dos encantamentos do artista. Quem disse que não se pode representar a pintura e o ato de pintar através da arte da patinação e da dança?
 
 
 
 
 
E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música. – Friedrich Nietzsche
 
 

8 de fev de 2014

50.000 VIZUALIZAÇÕES.




“Arte não é o que você vê, mas o que você faz os outros verem.”- Edgar Degas

“Art is not what you see but what you make others see.” -  Edgar Degas

El arte no es lo que ves, sino lo que haces que otros vean.”  -  Edgar Degas

Kunst ist nicht das, was man sieht, sondern das, was man anderen zu sehen hilft. ” - Edgar Degas

“L'arte non è quello che vedi ma quello che fai vedere agli altri - Edgar Degas

“L'art n'est ce que vous voyez, mais ce qui vous faites d'autres voir.” - Edgar Degas

Obrigado a todos / Merci à tous/ Gracias a todos/ Grazie a tutti voi/ Danke Euch allen/ Thank you all.

Agradecemos a Bruno C. Calado pela belíssima arte gráfica.

6 de fev de 2014

IMPRESSIONISMO


A pequena ponte japonesa e o lago, em quadro de Claude Monet
Jardim Japonês.
 

O impressionismo foi um movimento artístico (artes plásticas e música) que surgiu na França no final do século XIX. Este movimento é considerado o marco inicial da arte moderna.
 
Grand Canal - Manet.
 

Pode-se dizer que o Impressionismo foi uma tendência da arte, principalmente francesa, investido de um realismo mais objetivo, foi uma reação ao romantismo da época. De certa forma, preparou o caminho para futuras manifestações artísticas. Revelou nomes importantes como Manet, Monet, Renoir, Pissarro, Sisley, Edgar Degas, Boudin, Cézanne, Lautrec, Gauguin, Van Gogh e outros, na área da pintura.
Menino no Barco - Renoir.
 

O mais importante para os impressionistas são os efeitos visuais, a impressão imediata da imagem, a fixação desse instante único, pois o momento seguinte será certamente diferente. O prazer de pintar ao ar livre pode ser explicado pela importância dada ao fenômeno da luz. Os adeptos desta escola usavam cores vivas e puras, justapondo-as nas telas, visando obter os meios-tons desejados, dando sempre a impressão de captar a luz refletida em superfícies naturais. As formas desaparecem não mais se percebem os contornos, permanecendo no quadro apenas borrões de tinta.
                Castanheiras em Louveciennes, Camille Pissaro (1870).
O termo "impressionismo" foi criado por um crítico de arte, pelo pintor e escritor Louis Leroy, em 1874, ao comentar o quadro Impressão: Nascer do Sol, de Claude Monet.
Impressão Nascer do Sol - Monet.
 
 
 
Definir este movimento não é fácil, mas o artista Eugéne Boudin o resumiu como um movimento que leva a pintura à pesquisa da luz total do espaço exterior.
                                            O Semeador - Van Gogh.
 Principais características do impressionismo nas artes plásticas:

- Ênfase nos temas da natureza, principalmente de paisagens;
- Uso de técnicas de pintura que valorizam a ação da luz natural;
- Valorização da decomposição das cores;
- Pinceladas soltas buscando os movimentos da cena retratada;
- Uso de efeitos de sombras coloridas e luminosas.
Convido-os a seguir e a assistir a excelente série da BBC: Os Impressionistas.
Um mergulho na vida e na arte destes que souberam retratar como ninguém as impressões que a natureza e a vida lhes deixou!
 
 
Blogger Wordpress Gadgets